Novo lançamento da Caiaker do Brasil

Caiaque para lazer e pesca sit on top para 1 pessoa – Capacidade 115 kg. Adequado para pesca e lazer, expedições e passeios no mar, em lagos e rios de águas calmas.

O Robalo Pro é a versão avançada do Robalo. Trata-se de um modelo desenvolvido para pesca, totalmente equipado, completo, com o melhor custo benefício da categoria. Conta com cadeira em tecido que garante grande conforto e tampa de acesso ao casco na proa, além da novidade que são 6 suportes* para acessórios diversos, como câmera go pro, passaguá, guarda sol, bandeira de sinalização, LED de segurança ou qualquer outro acessório que você queira colocar em seu Caiaker. * não acompanham hastes de suporte ou fixadores para estes acessórios.
O Robalo Pro é um caiaque sit on top com capacidade de carga de 115 kg, 3 metros de comprimento e 0,78 m de largura que lhe proporciona boa estabilidade e performance na água. Conta com cadeira em tecido que garante grande conforto e tampa de acesso ao casco na proa, além de grande bagageiro para equipamentos, 3 porta varas, 3 compartimentos com tampa, 6 suportes para acessórios diversos, deck antiderrapante e assento em EVA.

Principais características:

– Fácil de Remar. Boa estabilidade. Seguro, não afunda pois tem casco estanque
– Confortável, permite descansar e pescar. Conta com cadeira elevada em tecido com regulagem.
– Resistente a impactos, fabricado em polietileno de alta performance com aditivos anti descoramento
– Autodrenável, furos escoam a água que entrar no convés. Conta com alças na lateral e extremidades
– Dispõe de 3 porta varas, 3 compartimentos com tampa para objetos e 6 suportes para acessórios como câmera go pro, passaguá, led de sinalização, bandeira, etc.
– Bagageiro de 35 cm x 58 cm e tampa de inspeção na proa para acesso a parte interna do caiaque.

Mais detalhes: http://www.caiaker.com/produtos/caiaques/caiaque-robalo-pro

Licença para pesca amadora volta a ser emitida em endereço eletrônico

A emissão de licenças de pesca amadora agora é feita pelo site do Ministério do Desenvolvimento da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).  No endereço eletrônico é possível iniciar a solicitação, imprimir a Licença Provisória e a Guia de Recolhimento da União para pagamento da taxa da Licença Definitiva, que dá o direito ao pescador de exercer a pesca por esporte ou recreio por um ano.

Desde 18 de setembro, o site responsável pela emissão estava desativado para solicitação ou emissão do documento. Isso ocorreu para que o sistema fosse migrado para a plataforma do ministério, já que a pasta da pesca foi transferida do Ministério da Agricultura e passou a ser de responsabilidade do MDIC.

Inicialmente, a licença vale por 30 dias. Depois desse período, o pescador deve voltar a acessar o site e imprimir a Licença Definitiva de Pesca Amadora. Quem não conseguir emitir a Licença Definitiva em 30 dias pode usufruir da Portaria 1.287, publicada no DOU no último dia 28 de julho, que prorrogou, por mais 120 dias, o prazo de validade das licenças provisórias dos exercícios 2016 e 2017. Para usufruir da prorrogação do prazo, o pescador terá de apresentar a Licença Provisória para Pesca Amadora, o texto da portaria, o comprovante de pagamento da Licença Definitiva e um documento oficial de identidade.

Toda pessoa física ou jurídica que exerça atividade pesqueira no Brasil deve ser previamente inscrita no Registro Geral da Atividade Pesqueira (RGP). Caso a pessoa exerça a pesca por esporte deve ser inscrita na categoria Pescador Amador e pagar uma taxa anual que varia de R$ 20 a R$ 60, dependendo se a pesca é feita desembarcada ou embarcada. Se não tiver a licença, o pescador está sujeito a autuações dos órgãos de controle como o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente

CAMPANHA DA DOAÇÃO DE COLETES SALVA-VIDAS

Chamo a atenção dos prezados membros deste conceituado Grupo, para esta informação!

Em contato com o senhor João Batista Barbosa – Capitão de Fragatas, Comandante da Capitania dos Portos de Sergipe, tomei conhecimento da Campanha de Doação de Coletes Salva-Vidas, promovida pela CPSE, para beneficiar comunidades ribeirinhas.

Diante do exposto e sensibilizado com a proposta, prontamente coloquei à disposição daquela Capitania, o Grupo Kayak Fishing Sergipe e me comprometi a conseguir alguns coletes para realizar a doação.

Então, analisando o lado filantrópico do nosso Grupo aliado ao apoio que recebemos recentemente do comando da CPSE, resolvi assumir este compromisso.

Mediante isto, venho conclamar a todos que sejam solidários e participem desta doação, nos entregando se possível um colete por cada membro.

Aguardando o mais breve possível posicionamento e atitude de todos, estarei recebendo as doações à Praça Tobias Barreto nº 20 – Prédio Anexo, Secretaria da Segurança Pública.

Obs: Deveremos realizar a entrega dos mesmos até semana que vem.

 

Atenciosamente,

Alberto Mesquita

ESSE CAIAQUE MARLIM, PODERÁ SER SEU!

Para concorrer a este lindo caiaque Marlim da Caiaker do Brasil, basta se inscrever em nosso site http://kayakfishingsergipe.com.br  e participar do 1° Encontro de Caiaques do Grupo Kayak Fishing Sergipe, a ser realizado no dia 09 de julho de 2017, no rio Vaza Barris, Orla Pôr do Sol, Mosqueiro.

Para tanto faça seu cadastro em nosso site no item “INSCRIÇÕES”, até o dia do evento entregar 5 Kg de alimentos não perecíveis e acompanhar o passeio.

No final haverá sorteios de vários brindes, e o último será este Marlim doado pela empresa Caiaker do Brasil.

Participem!

POR QUE DEVO COLOCAR UMA BANDEIRA NO CAIAQUE?

por lielson

Pescar de caiaque é prazeroso, mas alguns cuidados com a segurança são sempre necessários.

Quando pescamos em canais, praia e ou baías onde existe uma movimentação grande de embarcações de médio e dgrande porte é fundamental o uso de uma haste – que é conhecida como antena, e uma bandeira.

Geralmente são usadas as de formato triangular na cor laranja (pode ser vermelha também), instalada nas proximidades da popa de nossos caiaques.

Esse pequeno, mas imprescindível acessório, deixa o caiaque mais visível aos condutores das embarcações, que em sua posição de condução perto da linha d’água, estão com a visibilidade comprometida.

Não bobeie com a sua segurança e se torne mais visível.

Fonte: Revista Pesca & Companhia